sábado, 23 de setembro de 2017

MOSSORÓRN: Criminosos colocam fogo em carro estacionado na frente do Itep

O carro “Tracker” pertence a um funcionário do Itep Mossoró e foi parcialmente destruído.
Um carro do tipo “Tracker” da Chevrolet, pertencente a um funcionário do Itep, Unidade Regional de Mossoró, foi encontrado em chamas na madrugada de hoje, 23 de setembro.
O carro estava no estacionamento do órgão, na Rua Vicente Fernandes, no bairro Nova Betânia, em Mossoró.
Funcionários de plantão conseguiram conter as chamas utilizando mangueiras e baldes com agua. A equipe de combate a incêndio do Corpo de Bombeiro foi acionada para os procedimentos finais.
Segundo informações, ao lado do carro foram encontradas, marreta, garrafa plástico suja de gasolina e fosforo.
O proprietário do veiculo acionou a equipe da Delegacia de Plantão, que deverá registrar a ocorrência. Câmeras de segurança instaladas no Itep e em residências da Rua vão ajudar na identificação dos possíveis acusados.

*Informações e imagens: O Câmera.

Seis são mortos em chacina na Grande Natal; 'Estrago grande', diz delegado

Matança aconteceu na noite desta sexta-feira (22) durante uma bebedeira na comunidade de Santa Maria, em Extremoz. Ninguém foi preso.
Por Anderson Barbosa, G1 RN
Via: O Câmera.
Seis jovens foram executados a tiros na noite desta sexta-feira (22) dentro de uma casa na comunidade de Santa Maria, em Extremoz, município da Grande Natal. Eles faziam uma pequena confraternização e bebiam quando foram rendidos pelos assassinos. Um deles ainda foi socorrido, mas chegou morto ao hospital. Ninguém foi preso.
Segundo o delegado Luciano Chaves, que coordena uma das equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu por volta das 21h. Ao G1, ele contou que pelo menos 10 homens com armas de grosso calibre participaram da matança. No local, também foram encontradas capsulas de pistola.
Até o momento, três mortos foram identificados. São eles: Eribelton Avelino, de 23 anos; Geovane da Silva, de 20; e Fernando Gomes Teixeira, também de 20 anos. Os demais permanecem no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), em Natal, a espera de identificação.
Antes de os criminosos invadirem a casa, os jovens chegaram a fazer uma foto registrando a confraternização. A imagem estava no celular de um deles. "Os criminosos chegaram à residência em dois ou três carros. Lá, ordenaram que os rapazes deitassem no chão e atiraram. O estrago foi grande", acrescentou.
Ainda de acordo com Luciano, ainda não é possível afirmar o que motivou a chacina, mas a polícia investiga a possibilidade de os jovens estarem envolvidos com facções criminosas e consequentemente com o tráfico de drogas.
A PM foi chamada ao local pouco após os disparos e ainda fez buscas pela região, mas não encontrou nenhum suspeito.

NALDINHO TUR!!!!


CARAÚBAS-RN: Popular é morto a tiros no Leandro Bezerra

Ícaro Cezar Felício, de 30 anos, é a 9ª Morte violenta em Caraúbas em 2017
Um homem de 30 anos foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (22), enquanto trafegava em uma motocicleta na Rua Ubaldo Fernandes, no Bairro Leandro Bezerra, em Caraúbas, no Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a vítima foi atingida por vários disparos de arma de fogo.
Conforme informações repassadas por populares, a vítima identificada como Ícaro Cezar Felício, de 30 anos, conhecido como "Magão" transitava em uma motocicleta pela via quando os suspeitos se aproximaram em outra motocicleta e o garupa efetuou os disparos e fugiram em seguida.
A Polícia Militar foi acionada e isolou o local e aguarda a chegada da equipe do Instituto Técnico-Científico de Perícia – ITEP. A perícia técnica irá realizar os trabalhos que devem auxiliar na investigação do crime. O corpo vai ser removido para a sede do órgão em Mossoró.
O crime vai ser registrado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Patu e o homicídio será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, com o intuito de descobrir as causas do assassinato.

*FonteIcem Caraubas/O Câmera.

Operação Marco Zero prende nove pessoas envolvidas em roubos à instituições bancárias

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) deflagrou, nesta sexta-feira (22), a Operação “Marco Zero”, a qual resultou na prisão de nove pessoas integrantes de uma organização criminosa especializada em roubo a bancos, além da apreensão de armamento e drogas.
O nome da operação faz alusão à cidade de Touros, onde ocorreram os primeiros roubos à instituições bancárias, realizados pela associação criminosa presa, tendo como objetivo o seu desarticulamento.
Segundo investigações, o grupo atuava de forma integrada e planejada, utilizando material explosivo, forte armamento, e veículos clonados, atuando nos estados do Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraíba.
Durante o cumprimento dos mandados de prisão, a polícia apreendeu na residência de Valdênio, uma pistola, crack, maconha, além de um veículo clonado, e na casa de Manuel Messias, um fuzil, dinheiro, celulares, e uma identidade falsa.
Durante confronto com policiais, Manuel foi atingido e ferido, sendo encaminhado ao hospital.
Foram presos na Operação “Marco Zero”:
Operação Marco Zero prende nove pessoas envolvidas em roubos à instituições bancárias: AssecomAna Célia Rocha dos Santos, 34 anos;
André Marques de Albuquerque, vulgo “André Cabeça”, 36 anos;
Arthur Kennedy Martins, 35 anos;
John Breno Rosendro da Silva;
Manuel Messias de Araújo, vulgo “Vaca”;
Paulo Alan Neves Souza dos Santos, 22 anos;
Suenio Mafra Bassani Vale, 33 anos;
Waldenio de Lima, 35 anos;
Wanderval Targino da Silva, 45 anos.
No total, foram sete roubos ocorridos desde o mês de abril deste ano até este mês de setembro, sendo o primeiro roubo da organização ocorrido no dia 05 de abril, na cidade de João Câmara (RN); o segundo foi realizado no dia 04 de maio em Sítio Novo (RN); o terceiro roubo ocorreu no dia 01 de junho em São Miguel (RN); o quarto roubo foi cometido no dia 09 de junho na cidade de Goianinha (RN); uma tentativa de roubo teria sido cometida no dia 30 de junho em Canguaretama (RN); o quinto roubo foi praticado no dia 03 de julho no município de Novo Lino (AL); o sexto roubo foi realizado no dia 29 de julho no município de Belém (PB); e o sétimo e último roubo teria ocorrido no dia 19 de setembro no município de Campina Grande (PB).
No dia 29 de julho deste ano, policiais civis da Deicor apreenderam um vasto material, entre armas e material para explosão, em uma residência localizada em São José de Mipibu. O material pertencia à quadrilha para o cometimento de roubos à instituições bancárias. Durante a operação, também foram apreendidos, na residência de John Breno, diversos mapas com informações as quais indicavam as cidades que seriam alvos, a distância entre cada uma delas, e o reforço policial que cada uma continha. A Operação “Marco Zero” iniciou no dia 03 de abril deste ano, após os roubos que ocorreram no município de Touros, revelando, durante as investigações, uma associação criminosa que atuava de forma organizada e planejada, atribuindo funções diferenciadas a cada integrante do grupo, tendo, entre eles, Manuel como líder, que utilizava de armas violentas nos roubos, e contra os policiais.
Investigações apontam que Suênio atuou como olheiro em Coronel Ezequiel, e era responsável por jogar os grampos para atrapalhar a perseguição da polícia, sendo investigado também pela Polícia Federal. Entre os nove integrantes, três eram responsáveis por providenciar, clonar e adulterar os veículos a serem utilizados durante os roubos, sendo eles Arthur, que fazia a ocultação e adulteração de carros, o John Breno, que roubava carros e também fazia planejamento dos roubos das cidades selecionadas, analisando a distância entre elas e o quantitativo de reforço policial de cada uma, além de ser “sócio” de Arthur, e Alan, que fazia a adulteração das placas dos veículos roubados. Através de André, o grupo criminoso conseguia as armas de fogo, que também eram consertadas por ele. Em um dos crimes, Valdênio teria realizado uma negociação de um veículo para o cometimento do roubo, sendo ele traficante na comunidade de Felipe Camarão, tendo como companheira, Ana Célia, também integrante da organização criminosa.
Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (22), na Academia de Polícia Civil (Acadepol), o delegado da Deicor, Marcuse Cabral, detalhou que a quadrilha foi monitorada durante todos os seis meses de investigações, as quais revelaram que havia ramificações desse grupo em outros estados, entre esses a Paraíba e Alagoas, locais onde também ocorreram roubos. “A partir dos primeiros roubos à instituição bancária em Touros, onde a quadrilha teria subtraído R$ 700.000 reais do Banco do Brasil, mediante explosivos, iniciamos um processo de monitoramento desse grupo criminoso”. Através desse trabalho, apreendemos, no dia 29 de julho deste ano, um vasto material de armamento e explosivos desse grupo. Essa organização era especializada em roubar bancos, e altamente planejada para tal fim, distribuindo atribuições diversas a seus integrantes com o fim de facilitar o cometimento dos crimes.
O grupo todo era organizado entre líder, pessoas que faziam a ‘linha de frente’ para a explosão dos bancos, armeiros, olheiros, responsáveis por providenciar e adulterar carros roubados, planejadores da logística crimes, e rota de fugas, ou seja, havia uma divisão racional de trabalho e de tarefas, o que fazia da quadrilha uma verdadeira organização criminosa”, detalha o delegado da Deicor, Marcuse Cabral.
O delegado geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Correia Júnior, destaca o intenso trabalho realizado pela Deicor no último trimestre, o qual resultou em uma diminuição considerável na ocorrência de roubos a instituições bancárias no estado. “Houve uma diminuição em relação a esse último trimestre, através das investigações feitas pela Deicor, que hoje, deflagrou essa operação tão importante para o nosso estado. Nós, da Polícia Civil, estávamos bastante preocupados com a ocorrência desse tipo de crime no estado, pois a população também é vitimizada ao ficar impossibilitada de realizar as suas transações bancárias. Esperamos que os responsáveis por esses crimes que foram presos nos últimos meses, sejam condenados e fiquem atrás das grades”, afirma o delegado geral da Polícia Civil, Correia Júnior.
Segundo o delegado da Deicor, Odilon Teodósio, as investigações prosseguirão a fim de identificar e prender os demais integrantes de quadrilhas que cometeram roubo à instituições bancárias. “Durante as nossas investigações, colhemos diversas provas que serão também emprestadas à Polícia Federal. Além dessa associação criminosa, existem outras células que participaram desse tipo de ocorrência que estão sendo investigadas, sendo geralmente interligadas. Existem outros mandados de prisão que vamos cumprir isso é só uma questão de tempo para que a Deicor prenda todos os integrantes de roubo a bancos”, reafirma o delegado da Deicor, Odilon Teodósio.

Confira imagens da Operação Marco Zero através do link: youtu.be/-w-Rx_YD8Y0

Fonte: O Câmera.

Sesed lança ferramenta que irá agilizar trabalho policial

Assessoria Sesed Rio Grande Do Norte
A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) lançou, nos últimos dias, o Relatório de Informações Policial (RIP).
A ferramenta irá juntar todas as informações existentes no Ciosp, como a cronologia das ocorrências registradas, garantindo maior celeridade nas investigações realizadas pela Polícia Civil.

*Informações: www.ocamera.com.br

QUER COMPRAR CARNE? ENTÃO PROCURE O ZÉ DO FRIGORÍFICO!!!!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Guerra contra o tráfico: Exército e polícia invade a Favela da Rocinha

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta sexta-feira (22) no Palácio do Planalto, depois de uma reunião com o presidente Michel Temer, que 950 homens das Forças Armadas – dos quais 700 da Polícia do Exército – e pelo menos dez blindados vão participar a partir das 15h do cerco à favela da Rocinha, no Rio de Janeiro.
Ele deu a informação pelo Twiiter depois de uma entrevista coletiva na qual tinha anunciado inicialmente 700 homens da Polícia do Exército.
*O Xerife.

Parnamirim recebe neste final de semana o III Open RN de Plastimodelismo

BG - Parnamirim receberá neste final de semana, o III Open RN de Plastimodelismo 2017, no Cine Teatro na Cohabinal. Organizado pelo grupo de Plastimodelismo e Pesquisa JG 400 e Projeto Cultural Gallopin Ghost Models, o evento não tem fins lucrativos e terá entrada franca, sendo uma opção de lazer para toda a família.
Com o apoio da Prefeitura, o III Open RN apresentará ao público exposições de carros antigos, inclusive com viatura militares antigas, motos, veículos Off Road e estandes de forças militares, além de Plastimodelos. Sábado e domingo: Das 9h às 17h No Cine Teatro Vereador Paulo Barbosa – Parque Aluízio Alves – Cohabinal.

RIO, CAOS, “GUERRA” E VIOLÊNCIA – (FOTO): Ministro autoriza cerco do Exército à Rocinha

PM fez operação na comunidade da Rocinha na manhã desta sexta. Na foto, troca de tiro de policiais em baixo da passarela (Foto: Gabriel Paiva / Agência O Globo )
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta sexta-feira (22) que autorizou o Exército a fazer um cerco à favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. Em uma entrevista coletiva realizada no Palácio do Planalto, Jungmann informou que, por volta das 15h30, 700 homens da Polícia do Exército irão se deslocar dos quartéis do Rio para o entorno da favela.
O governador fluminense Luiz Fernando Pezão e o secretário de Segurança Pública do estado, Roberto Sá, pediram nesta sexta ao Ministério da Defesa para que as Forças Armadas fossem enviadas à comunidade localizada na Zona Sul do Rio.
“Foi autorizada a operação do Exército e demais forças para que seja feito um cerco na Rocinha, com isso liberando o policiamento para que ele possa subir. […]
Deslocamento inicialmente de 700 homens da Polícia Exército, que já está no RJ”, anunciou Jungmann aos jornalistas no Palácio do Planalto.
Na manhã desta sexta, o ministro da Defesa se reuniu por cerca de uma hora e meia, em Brasília, com a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para tratar da crise de segurança pública no Rio de Janeiro.
Segundo a assessoria da Procuradoria Geral da República, Jungmann propôs a criação de uma força-tarefa com integrantes de vários órgãos para lidar com a criminalidade no estado. Ainda de acordo com relatos da assessoria da PGR, Raquel Dodge pediu que o ministro da Defesa formalizasse uma proposta, com a indicação do papel de cada órgão na força-tarefa.
Depois do encontro com a procuradora, Jungmann se dirigiu ao Palácio do Planalto para uma reunião com o presidente Michel Temer. Ao final da audiência, ele concedeu a entrevista coletiva confirmando o cerco do Exército à Rocinha.
Roberto Sá afirmou que, desde o último domingo 17, quando a Rocinha foi invadida por criminosos ligados ao traficante Nem, as polícias civil e militar monitoram a situação na comunidade. Ele afirmou que somente nesta sexta-feira foi identificada a necessidade das Forças Armadas auxiliarem as polícias do estado por lá.
“Hoje, em razão do Batalhão de Choque ter tido um contato com grupos armados e isso ter gerado um confronto, houve uma instabilidade porque essa proximidade foi de tal forma que houve uma reação de pessoas ligadas aos criminosos da comunidade ali próximo ao asfalto”, disse o secretário.
O secretário destacou que o objetivo do auxílio militar é “liberar nossos policiais para aumentarmos a visibilidade, o monitoramento e o patrulhamento de outras áreas”.
O comandante da 1ª Divisão do Comando Militar do Leste, Mauro Sinott, reforçou a afirmativa de que o Exército vai apenas auxiliar as polícias e que o trabalho das tropas terá início ainda nesta tarde.
“Vamos auxiliar no cerco da região, no controle de trânsito e no controle do espaço aéreo a fim de liberar os contingentes da polícia para ações mais específicas de polícia”.
Ainda segundo o secretário Roberto Sá, a avaliação do governo era de que a situação na Rocinha estava em “aparente tranquilidade”, já que havia empenho de policiais militares e civis no policiamento da comunidade.
“Hoje nós avaliamos que a situação exigia escalar os recursos. Na nossa visão havia estabilidade”, ressaltou o secretário.
Ele enfatizou, também, que o uso das Forças Armadas nesta operação é pontual. “Não vamos empenhar todos os recursos o tempo todo. Isso é doutrina mundial. É uma cidade, um estado, que como outros no brasil tem episódios de violência”, disse.

Conflitos começaram no início da manhã
Logo cedo, o Batalhão de Choque da Polícia Militar fez um nova operação na região, a quinta em cinco dias. Desde as 9h30 desta sexta-feira, a favela enfrenta um intenso tiroteio entre policiais e criminosos. Traficantes fizeram disparos da área de mata da Rocinha contra policiais que cercavam a comunidade.
Também na manhã desta sexta, começou a ser montado no Centro Integrado de Comando e Controle, no Centro, um gabinete de crise para coordenar a operação.
O tiroteio entre traficantes e policiais foi relatado por moradores da favela em redes sociais e foi registrado em vídeos que circulam na internet. Segundo relatos, os criminosos tentaram fugir pelo Alto da Boa Vista, passando pela Vista Chinesa, um dos principais cartões postais da região.
Também na manhã desta sexta houve relatos de tiros em outras favelas do Rio de Janeiro, como o complexo de favelas do Alemão, Dona Marta, Vila Kennedy e Chapéu Mangueira. Uma criança foi baleada na Fazendinha, favela do Complexo do Alemão.

Ruas fechadas na Rocinha
Por conta da operação policial na Rocinha, a autoestrada Lagoa-Barra foi fechada entre o Fashion Mall (desvio) e a Praça Sibelius na manhã desta sexta. A autoestrada é a principal ligação entre a Zona Sul e a Zona Oeste da cidade. O túnel Zuzu Angel também foi fechado em razão dos conflitos.
Durante o tiroteio, um ônibus da linha 538 foi incendiado na Estrada da Gávea. A informação é de que o ato foi criminoso, segundo o repórter Pedro Figueiredo, da TV Globo.
Quase 2,5 mil alunos da rede municipal de ensino ficaram sem aula na Rocinha na manhã desta sexta. São estudantes de duas creches, um espaço de desenvolvimento infantil e cinco escolas.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, todas as cinco unidades de saúde da Rocinha foram fechadas e estão com o atendimento suspenso.
*G1/BG.

Número de homicídios no RN passa dos 1.800; conheça as cidades mais violentas

Reprodução OBVIO – Blog Castelo de Cartas/O Câmera.
Na noite dessa quinta-feira (21), o estado do Rio Grande do Norte chegou a 1.801 homicídios registrados em 2017, o que dá uma média de 6,8 mortos por dia. De acordo com o Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida no estado – o número de assassinatos é 27,1% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.
Segundo os dados do observatório, Natal é a cidade mais violenta do estado. De janeiro até o dia 21 deste mês, 470 pessoas foram mortas na capital potiguar. Mossoró aparece em segundo, com 168 homicídios, seguido de Ceará-Mirim (123), Parnamirim (113), São Gonçalo do Amarante (87), Macaíba (75) e Extremoz (47).

CONVITE PARA VOCÊ!!!


Robinson Faria de olho em 2018

Com o empréstimo de R$ 698 milhões aprovado pela Assembleia, o governador Robinson Faria (PSD) vai colocar os salários dos servidores em dia, investir na Segurança e transformar o Estado num canteiro de obras. Ele está de olho em 2018.

*O Xerife.

Robinson deixará abacaxi para sucessor

Quem vencer as eleições do próximo ano vai ter que descascar um grande abacaxi em 2019, quando assumir o governo. Além da máquina sucateada, vai pegar um Estado cheio de dívidas.

*O Xerife.

DEPUTADOS APROVAM À UNANIMIDADE PEDIDO DE EMPRÉSTIMO DE R$ 698 MILHÕES

APROVAÇÃO ACONTECEU EM SESSÃO DESTA QUINTA-FEIRA
O pedido de empréstimo de R$ 698 milhões do Governo do Estado à Caixa Econômica Federal foi autorizado pela Assembleia Legislativa. A votação aconteceu durante a sessão plenária desta quinta-feira (21). Os deputados aprovaram à unanimidade a mensagem 140/2017. Outra matéria também aprovada por todos os deputados foi a mensagem 137/2017, alterando a lei 9.626 de 2012, que previa obras exclusivamente para a Avenida Engenheiro Roberto Freire.
A alteração na lei irá permitir que os recursos da ordem de R$ 234,8 milhões possam ser aplicados em mobilidade urbana, saneamento básico e projetos de infraestrutura turística para os municípios de Natal, Macaíba, Parnamirim, Extremoz e São Gonçalo do Amarante. Uma dessas obras é a reforma e ampliação do Centro de Convenções de Natal.
“A Assembleia deu uma lição de amadurecimento, com deputados de situação e oposição ao Governo votando favoráveis a esse empréstimo e diante de um pleito de todos nós, serão destinados cerca de R$ 50 milhões para a área de segurança. Acreditamos que com isso iremos amenizar o sofrimento do cidadão, que está aflito no seu direito de ir e vir. A Assembleia sai maior num debate como esse, principalmente porque os recursos irão amenizar os problemas mais graves do Estado”, afirmou o presidente do Legislativo, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).
Originalmente, estavam previstos cerca de R$ 11,5 milhões para a área de Segurança e foi ampliado para R$ 50 milhões. Desse valor, R$10 milhões serão destinados à Polícia Civil, garantidos por emenda parlamentar. Na discussão das matérias, o líder governista, deputado Dison Lisboa (PSD) defendeu a necessidade dos recursos para ampliar a capacidade de investimento do Governo. “Os recursos serão usados na saúde, rodovias, amortização da dívida, saneamento básico e segurança. Foi uma atitude extremamente louvável ampliar os recursos para a Segurança. E o mais importante aqui é o objetivo do governo em pagar uma folha de pagamento, desafogando a fonte 100, responsável pelo custeio da máquina administrativa”, afirmou.
No debate que antecedeu a votação, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) afirmou que o momento era uma boa oportunidade para que sejam esclarecidos os motivos pelos quais os deputados iriam votar favorável à matéria: “É inegável as dificuldades que o Governo enfrenta. Mas faltou o cuidado de estabelecer um planejamento estratégico para compatibilizar a receita com despesa, a fim de garantir estabilidade no processo da contabilidade estadual. Esse novo empréstimo vai gerar dificuldades para o próximo governante, como o pagamento da dívida acrescida do projeto que estamos votando hoje. É preciso ficarmos atentos para os passos futuros que vão acontecer daqui pra frente, pois o governo tem obrigação redobrada de buscar alternativas e políticas de segurança eficientes que devolvam tranquilidade às pessoas”, disse.
Outros deputados também participaram do debate sobre a aplicação dos recursos, cobrando a utilização efetiva dos empréstimos na melhoria da qualidade de vida da população do Rio Grande do Norte.
Outros projetos
De iniciativa parlamentar, foram aprovados os projetos 148/2016, que determina a obrigatoriedade de divulgação dos gastos públicos em eventos culturais; projeto 21/17, denominando de “Rodovia Deputado Patrício Júnior” a RN 117, no trecho que liga o entroncamento da BR 226 ao município de Martins; o projeto 125/2016, que obriga os estabelecimentos hoteleiros a identificarem crianças e adolescentes hospedados e o 040/2017, que institui o Dia do Homem Cristão.

*Carlos Skarlack.

Empregados protestam contra ação do Ministério Público do Trabalho do RN

VNT - Centenas de pessoas se reuniram nesta quinta-feira (21) em frente a sede do Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte, em Lagoa Nova, Zona Sul de Natal, para protestar contra a ação movida pelo órgão em desfavor da Guararapes - dona da Riachuelo. Os trabalhadores da empresa seguraram cartazes em que reclamam da intervenção do MPT e dizem “sim à geração de emprego e renda no interior”.
Apesar da manifestação dos empregados da Guararapes, a ação proposta contra a empresa é para sua responsabilização quanto aos direitos trabalhistas dos trabalhadores das facções de costura. Segundo o MPT do RN, a ação foi elaborada pelo Grupo de Procuradores do Trabalho vinculados à Coordenadoria Nacional de Combate às Fraudes (Conafret), que realizou inspeção nas facções e analisou as condições de trabalho e o conteúdo dos contratos de facção utilizados pela Guararapes.
“O MPT realizou inspeção em mais de 50 facções, em 12 municípios, e constatou que os empregados das facções recebem menor remuneração e têm menos direitos trabalhistas do que os empregados contratados diretamente pela Guararapes, inclusive quanto à saúde e segurança do trabalho. Na inspeção, foram ouvidos trabalhadores e faccionistas, que relataram as dificuldades financeiras pelas quais vêm passando para pagar salários, 13º e férias, pois o preço da costura das peças, fixado pela Guararapes (atualmente R$ 0,35 o minuto), não é suficiente para cobrir os custos operacionais”, informa o MPT em nota enviada à imprensa.
O MPF diz que a própria Guararapes informou que transferiu 17% da sua produção, no município de Extremoz, para as facções do Pró Sertão. O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho mostra que não houve criação de novos empregos, pois em dezembro de 2013 (ano de criação do Programa Pró Sertão) a Guararapes contratava 10.034 empregados, e em abril de 2017, o seu quadro de pessoal era de 7.539 empregados.
A conclusão do MPT é que a Guararapes não gerou novos empregos no RN, mas transferiu empregos diretos da sua fábrica para as facções, transferindo para essas microempresas todo o risco da atividade econômica.
Como punição às irregularidades constatadas em inspeções, o MPT pede indenização por danos morais coletivos, no valor de R$ 37.723.000. O valor, de acordo com o Ministério Público do Trabalho, corresponde a parte do lucro obtido com o trabalho das facções. O lucro líquido consolidado da Guararapes/Riachuelo, em 2016, foi de R$ 317.600.000,00, segundo o MPT. Em caso de condenação, o valor deverá ser destinado a instituições sem fins lucrativos.
Os fatos verificados na inspeção e que fundamentam a ação do MPT estão, segundo o órgão, demonstrados no processo por meio de depoimentos, fotos, vídeos, laudos periciais e informações apresentadas por órgãos públicos e pelo Banco do Nordeste.
O protesto realizado nesta quinta (21) é contra o pedido de multa por parte do MPF, sob a justificativa de que a Guararapes deixaria o estado como uma represália à punição, e geraria, consequentemente, desemprego.
“Muitas facções já foram forçadas a encerrar suas atividades e seus proprietários se encontram endividados, porque tiveram que financiar as máquinas e equipamentos de costura, adquiridas de acordo com as especificações técnicas fornecidas pela Guararapes, para a costura de jeans”, alega o MPT.
Ainda de acordo com o Ministério Público do Trabalho, “centenas” de ações individuais já foram propostas pelos empregados demitidos das facções, na Justiça do Trabalho, cobrando parcelas rescisórias que não foram pagas e, inclusive, alegando a responsabilidade da Guararapes pelo pagamento dessas verbas.
Em nota, a Guararapes Confecções explicou que mantém contratos regulares de prestação de serviço com oficinas de costura do Rio Grande do Norte. De acordo com a Guararapes, pelos termos dos contratos, as empresas terceirizadas se comprometem a cumprir algumas obrigações, inclusive a de respeitar integralmente a legislação trabalhista, o que é verificado por meio de auditorias periódicas em suas instalações.
"A Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho, além de visar à condenação da Guararapes no pagamento de dano moral coletivo no valor de R$ 37 milhões, questionando indevidamente a regularidade desses contratos, não acionou as demais empresas participantes do Pró-Sertão, que também mantêm contratos com as oficinas de costura, tais como Hering, Toli e RM Nor", diz a nota.

11 DE OUTUBRO TEM BAILE BENEFICENTE AMIGOS DO GASPEC NA ACDA COM RADIOLA CLUB


Empresa assume oficialmente Aeroporto Dix-sept Rosado em Mossoró

A empresa Consultaer administrará o Aeroporto Dix-Sept Rosado pelos próximos seis meses, através de contratado emergencial firmado com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte.
Em reunião realizada nesta quarta-feira (20), representantes da classe empresarial e da Consultaer, empresa que esta semana passou a administrar oficialmente o Aeroporto Dix-sept Rosado em Mossoró, definiram o início dos ajustes na estrutura física do local para que o equipamento possa atender as exigências da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e do Departamento de Controle de Espaço Aéreo.
"Esse primeiro momento é de atualização documental do aeroporto, com objetivo de receber a certificação dos órgãos competentes e começar a funcionar, para viabilizar os voos. Iniciamos o cadastramento do Plano Base de zoneamento e proteção do aeródromo e vamos dar início às questões de infraestrutura, fundamentais para a certificação desse equipamento público, como limpeza, pintura da pista e todo o processo de organização", afirmou o presidente da Consultaer, Victor Hugo.
Também foi discutido o rebaixamento de duas casas, construídas irregularmente na área do aeroporto. Após essas etapas, será feita a contratação de pessoal, que atuará junto a administração. "Nós sabemos que o aeroporto de Mossoró é totalmente viável para recebimento de voos comerciais, mas antes temos que fazer muitos ajustes até o recebimento dos voos diários, que devem ser iniciados até março do próximo ano. Vamos trabalhar para iniciar antes dessa data. Já certificamos aeroportos como os de Jeriquaquara (CE), Aracati (CE) e Sorriso (MT). Em Mossoró, o apoio da classe empresarial tem sido fundamental", concluiu Victor Hugo.
A empresa Consultaer administrará o Aeroporto Dix-sept Rosado pelos próximos seis meses, através de contratado emergencial firmado com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte. A reunião desta quarta-feira aconteceu no Hotel Thermas.
Assessoria de imprensa: Jornalista Saulo Vale
Via: O Câmera.

Poeta Antônio Francisco é o patrono da 13ª Feira do Livro de Mossoró

A 13ª Feira do Livro de Mossoró foi lançada nesta quinta-feira (21) no Partage Shopping Mossoró. Na ocasião, foi entregue ao empreendimento a Medalha de Reconhecimento da Câmara Municipal de Mossoró, por serviços prestados ao município. O evento também consagrou Antônio Francisco como patrono da feira.
Criada em Mossoró em agosto de 2005 com o objetivo de incentivar o hábito da leitura de uma maneira divertida e espontânea, a feira já recebeu mais de 700 mil pessoas ao longo das 12 primeiras edições do evento.
*Foto: Assessoria Partage Shopping.
*Informação: Ismael Sousa.

Justiça determina afastamento do vereador Luiz Almir do mandato de vereador

O juiz Bruno Lacerda encaminhou para o Presidente em exercício da Câmara Municipal de Natal, vereador Ney Lopes Júnior, ofício determinando no prazo de 15 dias o afastamento do vereador Luiz Almir das funções de vereador a partir da comunicação realizada em 20 de setembro de 2017.
A decisão é fruto da condenação do vereador no escândalo conhecido como “ESCÂNDALO DOS GAFANHOTOS” na gestão do ex-governador Fernando Freire.
Segue decisão

*BG.